Fundação de Liz Taylor contra Aids recolhe US$ 11 milhões em Cannes

  • AFP

    Durante o evento "Cinema contra a Aids", Elizabeth Taylor acena para o público (20/5/93). Atriz morreu em março de 2011, mas sua fundação contra a Aids continua funcionando

    Durante o evento "Cinema contra a Aids", Elizabeth Taylor acena para o público (20/5/93). Atriz morreu em março de 2011, mas sua fundação contra a Aids continua funcionando

A AmfAR, fundação americana contra a Aids criada por Liz Taylor, registrou um recorde histórico de doações e leilões com 11 milhões de dólares recolhidos na quinta-feira (24) durante sua 19ª noite europeia "Cinema contra a Aids" no Festival de Cannes.

"É um recorde total mundial na história da AmfAR: o melhor resultado obtido nos atos beneficentes para a pesquisa contra a Aids", indicou à AFP o serviço de imprensa da AmfAR.

Alec Baldwin, Antonio Banderas, Adrien Brody, Janet Jackson, Kylie Minogue, Karl Lagerfeld, o produtor Harvey Weinstein, a atriz Diane Kruger (membro do júri da Palma de Ouro), Michel Hazanavicius e sua esposa Berenice Bejo, mestre de cerimônias do 65º Festival de Cannes, se encontravam entre os participantes deste evento beneficente.

Também participaram Kristen Dunst, Boris Becker, Nastassia Kinski e Paris Hilton.

Uma litografia sobre Marylin Monroe e assinada por Andy Warhol foi vendida a 600 mil euros graças ao ator espanhol Antonio Banderas, que animou o leilão.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos