Fotos do topless de Kate não custaram caro para a revista "Closer"

  • REUTERS/Eric Gaillard

    Homem segura capa da revista francesa "Closer", que mostra um topless da duquesa Catherine, em uma banca de jornal em Nice, França (14/9/12)

    Homem segura capa da revista francesa "Closer", que mostra um topless da duquesa Catherine, em uma banca de jornal em Nice, França (14/9/12)

PARIS, 21 Set 2012 (AFP) -As fotos de Catherine Middleton em topless foram tiradas por um fotógrafo irlandês que vive no sul da França e não custaram caro para a revista "Closer", segundo revelou o fotógrafo francês Pascal Rostain.

"Quando uma revista contrata um fotógrafo ou uma agência, o preço é fixado de antemão. Podem ser uns mil euros por dia de trabalho, mais os gastos, e alguns milhares de euros pelas fotos", afrimou renomado 'paparazzo' francês à AFP.

"O fotógrafo ou a agência, que em geral detém os direitos sobre as vendas internacionais, pode ganhar muito dinheiro depois de ceder as imagens a publicações de outros países", explicou ainda.

De acordo com Rostain, se as fotos de Kate tivessem sido oferecidas de forma independente a publicações como "Paris Match", "Closer" ou "Voici", o preço teria sido de milhares de euros.

Ele afirma saber quem é o autor das fotos.

"No pequeno mundo dos paparazzi, a gente evidentemente sabe quem foi, mas jamais vou dizer quem é. Só posso dizer que é um irlandês, que vive no sul da França".

O fotógrafo francês condenou ainda a atitude da imprensa popular britânica, que reagiu negativamente à publicação das fotos.

"É o pudor hipócrita de quem esquece que, quando o presidente (Nicolas) Sarkozy visitou a Inglaterra, os jornais The Sun e Daily Mail publicaram fotos da primeira-dama (Carla Bruni) totalmente nua", recordou, referindo-se às fotos tiradas na época em que Bruni era una famosa top model.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos