"Eu não queria drogar o meu bebê", diz Miranda Kerr sobre parto normal sem anestesia

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/ "Haper's Bazaar UK"

    Miranda Kerr é a capa da edição de julho da revista "Haper's Bazaar UK"

    Miranda Kerr é a capa da edição de julho da revista "Haper's Bazaar UK"


A modelo e angel da Victoria Secret, Miranda Kerr, de 29 anos, contou em entrevista à edição de julho da revista "Haper's Bazaar UK" porque resolveu ter seu primeiro filho por parto natural sem nenhum tipo de medicação anestésica.

"Eu já tinha tomado uma decisão de que queria fazer isso naturalmente. Assisti a muitos vídeos de partos e, sem epidural, o bebê já vai direto para o peito", explicou a top, que é mamãe de primeira viagem de Flynn Christopher, de um ano e meio, fruto do casamento com o ator Orlando Bloom.

Segundo Kerr, os bebês que nascem de mães que tomaram algum tipo de anestia não reagem tão rapidamente, e esse foi um dos fatores mais decisivos na atitude da modelo.

"Quando a mãe é anestesiada, o bebê fica um pouco drogado e eu fiquei pensando: 'eu não quero isso'. Eu queria dar ao meu filho o melhor começo possível na vida", declarou.

A modelo contou também que pretende ter outros filhos porque ficou encantada com o elo que existe entre mãe e filho. "O que mais me surpreendeu é o quão incrível é o elo entre você e seu filho. Vê-lo crescer e evoluir a cada dia é realmente inspirador", compartilhou Kerr. "Meu dia é perfeito. Acordar ao som do meu filho dizendo: 'Mamãe, mamãe!' É a melhor coisa. Eu simplesmente amo tirá-lo da cama dele para colocá-lo para deitar com a gente", acrescentou.

Kerr afirmou que não sentiu nenhum tipo de pressão para voltar ao corpo de antes da gravidez. "Não me senti pressionada para entrar em forma. Minha prioridade era ter o meu filho e amamentar, que era uma coisa que eu realmente queria fazer. Eu ainda estou produzindo leite, mas, você sabe, o bebê já tem dentes agora...", brincou.


 



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos