Ex-empresários processam atriz de "The Good Wife" pelo não pagamento de comissão

Do UOL, em São Paulo

  • Fernando Leon/Getty Images

    Julianna Margullies na estreia da peça "Harvey" na Broadway, em Nova York (14/6/12)

    Julianna Margullies na estreia da peça "Harvey" na Broadway, em Nova York (14/6/12)

A atriz Juliana Margulies está sendo processada por seus ex-empresários pelo não pagamento de US$ 420 mil de comissão. Segundo o site Hollywood Reporter, a estrela de “The Good Wife” deve pagar também outros 10% pelos acordos fechados enquanto eles cuidavam de sua carreira.

Em uma ação aberta em um tribunal de Los Angeles, a empresa D/F Management está processando Margulies e sua empresa, a Toast Productions, por “cancelar seu acordo contra os termos do contrato, e por parar com os pagamentos sem maiores explicações”.

O agente Steve Dontanville começou a cuidar da carreira de Margullies em 2009, e o acordo assinado dizia que ela deveria pagar a ele, e à D/F Management, 10% de tudo o que recebesse pelos projetos iniciados enquanto fosse sua cliente.

Desde então, Margullies fechou para estrelar a série “The Good Wife”, além de um acordo para ser porta-voz da marca de cosméticos L’Oreal, chamado pela agência na ação como um “contrato extremamente lucrativo”.

Pelo papel em “The Good Wife”, Juliana Margullies ganhou um Globo de Ouro, três prêmios SAG e um Emmy.

A agência espera que a atriz siga o “costume e prática” na indústria do entretenimento de que mesmo após o término do contrato, pague os valores referentes a acordos fechados enquanto cuidava de sua carreira.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos