Marcelo Faria quer reparar o erro, diz advogado do ator sobre confusão em casa de shows

Renato Damião
Do UOL, no Rio

  • Manuela Scarpa/Photo Rio News

    Marcelo Faria na estreia da peça "Dona Flor e Seus Dois Maridos", em SP (16/03/12)

    Marcelo Faria na estreia da peça "Dona Flor e Seus Dois Maridos", em SP (16/03/12)

O advogado de Marcelo Faria, Técio Lins Silva, afirmou que o ator "está disposto a ter uma atitude positiva e reparar seu erro" sobre a briga na qual se envolveu na última quarta (18) na casa de shows Miranda, na zona sul do Rio. Na ocasião, Marcelo foi acusado de agredir o segurança Fabrício Lopes, de 24 anos, com uma garrafa.

Detalhes da briga foram contados pelo segurança ao jornal carioca "Extra", em um vídeo publicado nesta sexta (20). Segundo Fabrício, Marcelo o chamou de "otário" ao ser proibido de acessar a área VIP do show do cantor Rogê. "Ele falou: 'Sou ator, vou passar. Você não me conhece?'", relatou.

Fabrício afirmou ainda que Marcelo conseguiu burlar a proibição e chegou a se gabar mais tarde. O segurança disse que tentou novamente impedir o ator de ter acesso ao local e acabou sendo agredido. Ele registrou queixa na 14ªDP (Leblon) e foi encaminhado para exame de corpo de delito. Fabrício precisou levar seis pontos na testa. Uma testemunha também foi ouvida na delegacia e disse que viu o ator xingá-lo.

"Marcelo Faria não é gente, ele não é uma pessoa", disse o segurança ao "Extra". Ele recebeu R$ 50 pela noite trabalho. A Rio Maior informou que está prestando "apoio moral e material" ao rapaz.

Outro lado

"Marcelo não está confortável com essa situação, está se sentindo mal. Ele jamais pretendeu machucar o rapaz, é um ser humano e lamenta profundamente o ocorrido. Ele não estava bem emocionalmente e vai fazer o que for possível para diminuir as consequências", garantiu Técio, que, até o momento em que conversou com o UOL, ainda não havia entrado em contato com o segurança da casa de shows.

Procurado pelo UOL, o segurança disse que não falaria mais com a imprensa, apenas através de seu advogado, Edmilson Ferreira Sobral da Silva. Na próxima segunda (23), ele irá formalizar um pedido de ação cível contra o ator no Tribunal de Justiça do Rio. O advogado trabalha no departamento jurídico da empresa de segurança Rio Maior, responsável por contratar Lopes para prestar serviços na casa Miranda, onde aconteceu a confusão.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos