Marcelo Faria faz acordo e evita processo judicial com segurança agredido

Renato Damião
Do UOL, no Rio

  • Manuela Scarpa/Photo Rio News

    Marcelo Faria posa para fotos após a estreia da peça "Dona Flor e Seus Dois Maridos" no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo. Marcelo faz um dos dois maridos de Dona Flor (16/03/12)

    Marcelo Faria posa para fotos após a estreia da peça "Dona Flor e Seus Dois Maridos" no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo. Marcelo faz um dos dois maridos de Dona Flor (16/03/12)

Foi firmado um acordo nesta terça (31) entre Marcelo Faria e Fabrício Lopes, segurança que afirma ter sido agredido pelo ator durante uma confusão em uma casa de shows no Rio. Procurado pelo UOL, Técio Lins e Silva, advogado de Marcelo, disse que o "caso foi encerrado".

"O Fabrício renunciou ao direito de representação, todos assinamos um documento que formalizou o acordo e que já foi entregue ao juiz do JECRIM (Juizado Especial Criminal)", contou Técio sem explicitar se o acordo foi financeiro. Na última semana, Marcelo já havia se encontrado com Fabrício para discutir o assunto.

O advogado afirmou que o ator está "muito feliz com o desfecho pacifista" do caso. "A harmonia foi restabelecida, e o Marcelo conseguiu conquistar a simpatia do rapaz. É como se o assunto não tivesse acontecido. Conseguimos todos dar a voltar por cima", disse.

Outro lado

Fabrício Lopes explicou ao UOL que a decisão por um acordo foi feita para "evitar um processo judicial". O segurança garantiu que seu advogado, Edmilson Sobral, não foi favorável à decisão. "Eu quis resolver logo com isso, nunca passei por uma coisa dessas e não queria seguir com um processo", afirmou.

Segundo Fabrício, foi pedido sigilo quanto ao valor do acordo. Na próxima semana, ele voltará a trabalhar. Ele disse que "perdoou, mas ainda há um certo rancor" com Marcelo. "Eu vou ficar para sempre com uma cicatriz na testa. Falei com Marcelo que eu sou um segurança, que as pessoas iam querer saber como eu estava, mas que ele era um ator e que o prejudicado nessa história seria ele", contou Fabrício.

Confusão em show

A casa de show Miranda, na zona sul do Rio de Janeiro, divulgou na quinta-feira (19) um comunicado afirmando que o ator Marcelo Faria havia agredido o segurança da casa durante o lançamento do disco “Brenguelé”, do cantor Rogê, na noite de quarta (18). O segurança, que registrou queixa na 14ªDP (Leblon), afirmou que o ator o agrediu com uma garrafada depois de ser impedido de entrar na área reservada às pessoas que compraram ingressos de mesa. Fabrício levou seis pontos na testa.

Na sexta-feira (20), foi a vez de o advogado do ator declarar que Faria "quer reparar o erro". "Marcelo não está confortável com essa situação, está se sentindo mal. Ele jamais pretendeu machucar o rapaz, é um ser humano e lamenta profundamente o ocorrido. Ele não estava bem emocionalmente e vai fazer o que for possível para diminuir as consequências", garantiu Técio Lins Silva.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos