Advogado diz que Gian está pedindo dinheiro emprestado para pagar pensão alimentícia

Natália Guaratto
Do UOL, em São Paulo

  • César Rodrigues/Folhapress

    O cantor Gian, da dupla com Giovani, que teve a prisão decretada por falta de pagamento de pensão alimentícia

    O cantor Gian, da dupla com Giovani, que teve a prisão decretada por falta de pagamento de pensão alimentícia

Depois de ter prisão decretada por falta de pagamento de pensão alimentícia para a ex-mulher, Aparecido dos Reis Morais, o Gian da dupla Gian e Giovani, está pedindo dinheiro emprestado aos amigos e em bancos para conseguir pagar a dívida, de cerca de R$ 100 mil.

“Estamos fazendo um trabalho de cálculos para fazer o depósito. Aí, vamos apresentar isso para a juíza para obter o contramandado e encerrar essa história”, informou ao UOL o advogado Aparecido Hernani Ferreira, que defende o cantor no processo.

Gian teve a prisão decretada por falta do pagamento de pensão alimentícia para a ex-mulher, Maria Cláudia de Medeiros Alonso, na última terça-feira. O mandado de prisão foi expedido na quinta-feira, quando o advogado de Maria Cláudia contou ao UOL que o cantor estava sendo procurado pelo oficial de justiça.

Processo
No processo, Gian alegou não ter condições financeiras para arcar com os custos da pensão – e teria inclusive pedido uma redução do valor para o equivalente a dois salários mínimos (R$ 1.244).

O Ministério Público, porém, não aceitou a justificativa do réu. A defesa de Gian chegou a apresentar três propostas de negociação, mas todas foram rejeitadas. O cantor também não teria pago a primeira parcela da renegociação da dívida, o que foi lembrado no processo.  

Azis José Elias Filho, advogado da mulher de Gian, explicou que as propostas apresentadas pela defesa do cantor foram recusadas por apresentarem um valor muito baixo. “As propostas eram fora da realidade, não tinha como fechar”, afirmou.  

Segundo o advogado da acusação, Gian passou oito meses sem pagar a pensão. A ação teria sido aberta em novembro de 2011, quando a dívida era de aproximadamente R$ 3 mil. Mas o valor se acumulou devido ao não pagamento durante os meses seguintes.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos