Ibope de Gugu deflagra crise na Record

Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin

Colunista do UOL Leia todos os artigos

O horário nobre de domingo foi catastrófico para a Record e desencadeou uma crise sem precedentes na emissora. Motivo: o fraco ibope obtido pela maior estrela da casa, Gugu Liberato.

 

Há pelo menos um mês são ouvidas queixas cada vez mais altas de bispos da Universal, em cargos de direção na emissora, sobre o desempenho de Gugu.

Ontem, a crise subiu de tom ainda mais. Isso porque a Record mudou o horário do programa, que começou perto das 21h. Também houve investimento e muita divulgação de um novo quadro, no qual o apresentador bate á porta de uma casa e presenteia o morador com R$ 250 mil.

Também houve outro quadro, intitulado "Pegadinha com Famosos", no qual o eleito para a brincadeira foi André Segatti. A audiência nesse momento foi uma das menores da atração.

O resultado, no entanto, ficou muito aquém das expectativas e durante boa parte do programa Gugu, segundo dados prévios de audiência, amargou um quarto lugar no ibope, atrás de Globo, SBT e Rede TV, respectivamente com 21, 12, 10 e 8,4.

A irritação dos bispos é ainda maior porque, segundo eles, o apresentador recebe o horário com altos índices obtidos pelo "Domingo Espetacular", e rapidamente perde ibope para os concorrentes.

Também há críticas sobre alguns quadros, como o que tinha Simony, Mara Maravilha e Sergio Malandro como "jurados". Esse quadro já foi limado do ar.

Gugu foi contratado no ano passado, com salário divulgado de R$ 3 milhões mensais, e desde que estreou tem sofrido críticas de bispos, que exigem ibope.

Pastor R.R.Soares renova com a Band

A enésima tentativa de alguns dirigentes da Band em retirar o missionário e pastor R.R.Soares e seu programa, "Show Da Fé", do horário nobre da emissora naufragou.

Emissora e religioso acertaram na semana passada a renovação do contrato por mais um ano.

Em vez de uma hora em horário nobre, o pastor terá apenas 20 minutos. Os outro 40 minutos deverão ser transferidos para as madrugadas, onde Soares também costuma aparecer.

Diz a lenda, o pastor e sua Igreja Internacional da Graça, criada em 1980, pagam cerca de R$ 5 milhões por mês à Band. A emissora se recusa a revelar valores.

Romildo Ribeiro Soares, 63, é cunhado de Edir Macedo, casado com uma irmã do bispo, Magdalena. Com Macedo, ajudou a fundar a Igreja Universal.

Quem é Legal

"Na Estrada", com Galvão Bueno

No imaginário do telespectador brasileiro, Galvão é uma espécie de campeão honorário de "irritação", mas seria injusto não elogiar o ótimo quadro-programa "Na Estrada", no qual visita as mais diversas personalidades do esporte nacional. Os programas todos, até aqui, tiveram alto nível, alguns muito divertidos, e Galvão, como entrevistador, tem se mostrado contido, sempre deixando espaço para o entrevistado.

Quem Irrita

"Tempos Modernos", da Globo

Curioso é que toda vez que a Globo tenta inovar na linguagem ou formato de novelas das 19h, ela se dá mal. Foi assim com "Bang Bang", em 2005. É o caso, mais uma vez, com "Tempos Modernos", uma novela sem pegada, com roteiro destrambelhado e elenco com química equivalente à da água com o óleo.

Veja em vídeo mais notícias exclusivas de TV, cinema, música e e aves anseriformes no programa Ooops! aqui.

 

Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin, 51, é colunista do UOL, onde apresenta o programa Ooops! às segundas. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos