Ex-marido de Eva Longoria processa bar após se machucar em briga entre Chris Brown e Drake

Do UOL, em São Paulo

O jogador de basquete Tony Parker, ex-marido da atriz Eva Longoria, está processando um clube noturno de Nova York e seus funcionários em US$ 20 milhões, após sofrer um deslocamento na retina durante a briga entre Chris Brown e Drake na semana passada.

O jogador do San Antonio Spurs entrou com uma ação na Suprema Corte de Manhattan na quinta-feira (21), afirmando que o clube W.i.P e os funcionários foram negligentes com a segurança e supervisão, o que permitiu que a briga acontecesse.

Por causa do machucado, Parker teve que fazer repouso absoluto por sete dias, atrasando sua preparação com a equipe francesa de basquete para os Jogos Olímpicos de Londres.

“Estava tranquilo com meus amigos quando começou uma briga e começaram a voar garrafas por todos os lados. Tratei de proteger minha namorada e fui eu quem recebeu tudo”, disse Parker, em entrevista coletiva.

  • Reprodução

    Chris Brown publicou foto do queixo machucado (13/6/12)

O motivo da briga no clube do Soho entre Chris Brown e Drake seria a cantora Rihanna, que namorou os dois. Brown publicou uma foto em seu instagram do queixo machucado, e um representante afirmou que além dele, sua namorada e amigos também se machucaram, vítimas de um “ataque brutal”.

Garrafas foram jogadas durante a briga, e pelo menos oito pessoas se machucaram. Um homem e uma mulher sofreram cortes graves na cabeça.

Quando a polícia chegou, nenhum dos dois estava presente. A polícia diz que membros do grupo de Drake pararam Brown quando este estava saindo, iniciando a confusão.

Uma fonte disse ao site da revista “Us Weekly” que Rihanna riu ao saber da briga, mas estaria grata por não estar presente no local na hora do incidente.

A polícia segue investigando o caso, e o clube W.i.P foi fechado após o incidente.

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos