Janet Jackson acusa advogados de Michael de promoverem campanha contra sua família

Do UOL, no Rio

  • Frederick M. Brown/Getty Images

    Janet Jackson na Corte de Los Angeles no início do julgamento do Dr. Murray (27/09/11)

    Janet Jackson na Corte de Los Angeles no início do julgamento do Dr. Murray (27/09/11)

Após Katherine Jackson, mãe de Michael Jackson, afirmar que foi internada em um spa contra sua vontade pelos filhos, Janet Jackson saiu em defesa dos irmãos e culpou os advogados que cuidam do espólio de Michael, John Branca e John McClain, de promoverem uma "campanha midiática" contra sua família.

Em comunicado enviado nesta sexta (3), Janet, Randy e Rebbie disseram que os advogados de Michael "estão prejudicando as relações familiares fundamentais" e que "ninguém deveria questionar" a vontade de seus irmãos de isolarem Katherine.

"Desde a perda de Michael, a principal preocupação de Janet, Randy, e Rebbie tem sido  com a segurança e o bem-estar dos filhos de Michael e de sua mãe Katherine. Toda a família está sendo prejudicada pelas ações dos advogados que cuidam do espólito de Michael", comentou Blair G Brown, advogado de Janet e prosseguiu: "A campanha midiática negativa gerada tem sido incansável. Eles [John Branca e John McClain] emitiram recentemente um aviso de restrição a Janet, Randy e Rebbie de visitarem sua mãe e sobrinhos".

Na última quinta (2), um juiz determinou que a matriarca da família Jackson deverá compartilhar a guarda dos netos - Paris, Blankett e Prince - com Tito Jackson Jr, sobrinho do cantor falecido. Tito chegou a dizer que "estava impedido de exercer seu papel como tutor dos sobrinhos por causa de terceiros".
 



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos