Novo namorado de Deborah Secco admite que ficou "assustado" com notícias sobre romance com a atriz

Carla Neves
Do UOL, no Rio

Atual namorado de Deborah Secco, o cantor Allyson Castro, de 33 anos, afirmou em entrevista ao UOL que está "extremamente sereno" em relação aos comentários a respeito de sua relação com a atriz, que terminou recentemente o casamento com o jogador de futebol Roger Flores.

O rapaz – que é de Porto Velho, Rondônia, e terminou um noivado no final de novembro do ano passado – disse que não esperava que o namoro com a atriz fosse repercutir tanto. E admitiu estar um pouco assustado com as notícias que tem lido a respeito do romance.

"Assusta mesmo. Você começa a aparecer em vários cantos. O que mais assusta é o medo que você tem de as pessoas maldarem as coisas. Sou muito feliz com a minha vida e o meu trabalho. Mas sempre tem pessoas que inventam notícias. Falaram que saí de Porto Velho porque fiz um DVD que não deu certo. Não tem nada a ver com isso", afirmou.

Allyson disse que também leu notícias de que ele foi o pivô do fim do relacionamento da atriz com Roger Flores.

"Quem me conhece sabe que nunca incentivaria uma traição. Quem conhece a Deborah também sabe o quanto ela é correta. Mas isso faz parte. Vou ser muito sincero: estou extremamente sereno em relação a tudo isso. A gente gosta muito um do outro. Nossas vidas seguem normalmente. Não vai mudar nada da vida dela", contou.

Allyson contou que conhece Deborah há 13 anos, quando atuou com a atriz no musical "O Rei Leão 2" e foi dirigido por Silvia Secco, mãe da atriz, que, segundo ele, também dá aula de teatro. O reencontro dos dois, no entanto, aconteceu este ano, quando Deborah começou a frequentar a paróquia São Marcos, onde ele canta, na zona oeste do Rio.

"Meu encontro com a Deborah aconteceu quando a mãe dela foi convidada por uma ex-aluna para ir à igreja e me reencontrou cantando. A Silvia teve um grande milagre na vida e esse amor que ela começou a nutrir foi passando para a Deca. Ela foi contagiando a família, que passou a frequentar as missas. A Deca foi contagiada pela mãe. O resto foi de forma extremamente natural", contou.

O cantor contou que o namoro aconteceu quando ele menos esperava, coincidentemente, quando sua mãe, Dora, ficou doente.

"O que mais deixa a gente feliz é que a gente tem a convicção de que nosso encontro foi pela vontade de Deus. E quando Deus abençoa tudo é mais seguro. Ela buscou a Deus e a gente se encontrou. Minha mãe está no hospital, mas Deus me deu um coração apaixonado, o que conforta muito", contou ele, admitindo que só não se tornou padre porque sonha em construir uma família, com mulher e filhos.

Notícias relacionadas

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos