Sem intenção de se aproximar de Piovani, Dado deve ser inocentado, alega defesa do ator

Do UOL, no Rio

  • AgNews

    Em frente a uma pizzaria do Rio, Luana chama a polícia para garantir que Dado mantenha a distância determinada pela Justiça (28/2/11)

    Em frente a uma pizzaria do Rio, Luana chama a polícia para garantir que Dado mantenha a distância determinada pela Justiça (28/2/11)

A Justiça do Rio de Janeiro julga mais um processo contra o ator Dado Dolabella. Desta vez, ele foi denunciado pelo Ministério Público pelo crime de desobediência, por ter desrespeitado por três vezes a medida protetiva que determina distanciamento de 250 metros da atriz Luana Piovani. A sentença ainda não foi definida, mas o advogado de Dado, Michel Assef Filho, acredita que o ator será absolvido, por não ter tido a intenção de se aproximar de Luana.

"Para haver o crime de desobediência é necessário que exista o dolo, a intenção de descumprir a ordem, e não foi isso que aconteceu em todas as vezes. Os encontros entre o Dado e a Luana sempre foram por acaso e ele sempre se retirou do local sem qualquer problema”, declarou o advogado.

O ator e a atriz se encontraram durante o Carnaval de 2009, em um camarote de uma cervejaria, em uma festa carioca chamada Bailinho e em frente a uma pizzaria, também no Rio.

A medida protetiva que obriga o ator a ficar afastado de Luana foi determinada pelo 1º Juizado da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, após Dado ser acusado de agredir a então namorada Luana Piovani e a camareira dela em 22 de outubro de 2008, em uma boate no Rio.

O ator já foi condenado em duas ocasiões pela agressão, mas, como a decisão não foi unânime, ainda cabe recurso ao TJ. Alguns magistrados divergem se a Lei Maria da Penha pode ser aplicada no caso dos dois, por eles não terem sido casados.

Caso o ator seja declarado culpado do crime de desobediência, ele não deve ficar detido, segundo seu advogado. A sentença pode ser convertida na entrega de cestas básicas ou outro trabalho comunitário.

Em 2009, o ator chegou a ser preso por desrespeitar a ordem judicial de afastamento e conseguiu um habeas corpus.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos